DECLARAÇÃO DE INTENÇÕES

 

Em tempos de conjuntura desfavorável, em que a falta de trabalho é predominante, a Ordem dos Arquitectos - Secção Regional do Sul (OA-SRS) deve ter como um dos objectivos primordiais o enquadramento do arquitecto no actual contexto social e territorial.


Este objectivo não se atinge sem uma profunda e transversal mudança de hábitos, que envolva o modo de funcionamento da instituição, a forma de relacionamento com os seus membros e a comunicação com a sociedade. Esta transformação de hábitos há-de influenciar a atitude dos arquitectos perante a OA-SRS e, por fim, a forma como a sociedade em geral a percepciona.


É necessário vocacionar a OA-SRS para funcionar, entre outras valências, como uma estrutura potenciadora de oportunidades de trabalho.
Este objectivo só pode ser atingido através de uma mudança nos paradigmas de comunicação para fora do universo estrito e restrito dos arquitectos. É preciso alertar a Sociedade para acolher e reconhecer o papel do arquitecto e da arquitectura. A OA-SRS deve, em suma, envolver a sociedade e envolver-se na sociedade, assumindo um papel interventivo nas questões ligadas à profissão e ao território. Deve ser mais pró-activa e menos reactiva.


A OA-SRS deve igualmente potenciar o espectro da actividade do Arquitecto, explorando as competências que lhe são reconhecidas para que este encontre novos campos de acção e logo abrir-se ao mercado de trabalho.


O desequilíbrio provocado por uma crónica falta de oportunidades, agravada por um contexto de crise e um número crescente de arquitectos, obriga à monitorização de mercados de trabalho e da encomenda nos domínios associados à arquitectura.


Importa, por isso, definir um perfil de serviço público que enforme as actividades a desenvolver no âmbito deste mandato. Qualquer cidadão deverá encontrar na OA-SRS a resposta que procura. Qualquer arquitecto tem de descobrir nesta instituição o apoio que necessita. A OA-SRS deverá dar um contributo à sociedade para que esta aprenda a interpretar o que os arquitectos têm a dizer.

Mais

Próximos Eventos